Blog Ilton Muller

Duas concorrências para concessão de espaços públicos estão em andamento

Uma é para restaurante no Lago Negro e outra é para cafeteria no Centro de Cultura

A administração municipal de Gramado colocou em prática um processo de concessão de espaços públicos à iniciativa privada. No momento, estão em processo de licitação as concessões para restaurante no Lago Negro e uma cafeteria no Centro Municipal de Cultura.

 

Restaurante no Lago Negro

A licitação que está mais próxima de ser cincluída é a do restaurante no Complexo do Lago Negro cuja abertura dos envelopes está prevista para as 14 horas do próximo dia 30 de agosto. A concorrência tem como objeto a concessão onerosa de uso do prédio público (térreo), com área aproximada de 365,04m2, com a finalidade exclusiva de exploração de atividades de restaurante, cafeteria ou bistrô. De acordo com o edital, fica estipulado como valor de aceitabilidade da outorga, para fins de formulação de proposta, o valor mínimo de R$ 300.000,00. Além do pagamento do valor da outorga, o licitante vencedor deverá efetuar o pagamento do aluguel do espaço no valor de R$ 24.000,00 mensais.

Cafeteria no Centro Municipal de Cultura

No dia 3 de setembro ocorre a abertura dos envelopes com as propostas das empresas interessadas em operar uma cafeteria no Centro Municipal de Cultura,  junto ao Complexo do Lago Joaquina Rita Bier. O espaço a ser concedido tem área de 204m2 e se localiza no térreo do prédio. A concessão inclui uma área interna de 139m2 e mais um deck de 65m2 (a ser construído pelo concessionário) para exploração de cafeteria. De acordo com o edital, podem ser comercializadas “opções variadas de cafés, chás e outras bebidas, além de produtos que não exijam manipulação de alimentos, como lanches pré-prontos ou de fácil preparo, como crepes, waffles, sorvetes, churros, tortas, doces, lanches salgados, pipoca, fondue de frutas, entre outros, que não exijam uma infraestrutura complexa de cozinha, apenas maquinários simples”. O concessionário também poderá comercializar no local objetos artísticos, como quadros, esculturas e livros, desde que estejam expostos no Centro de Cultura no caso das artes visuais.

Será vencedora a empresa que oferecer o maior valor de locação. Fica estipulado como valor mensal mínimo, para fins de formulação de proposta, o montante de R$ 6.000,00. A empresa contratada contará com um período de carência de seis meses para amortização do investimento inicial, referente.

A ideia é tornar o espaço cultural também em um espaço de convivência. “Além de contar com o Lago Joaquina Rita Bier como paisagem, o café ainda poderá se conectar em conceito ao mais conhecido espaço artístico de Gramado, o que o trará uma conexão muito forte com a cidade, sua comunidade e seus visitantes. Estou certo de que o café a ser instalado aqui no Centro de Cultura agregará em muito ao local e fará com que a arte gramadense receba ainda mais destaque”, avalia o secretário da Cultura, Ricardo Bertolucci Reginato.

Os recursos oriundos desta concessão serão destinados ao Fundo Municipal de Políticas Culturais.

 

Tags:Parcerias

Confira outros posts

RGE investe cerca de R$ 2 milhões em obras na rede elétrica de Gramado
Culto de instalação do pastor Maurício Nagel ocorreu domingo
Parador Hampel vai sediar um dos maiores eventos gastronômicos do país no feriadão do 20 de setembro

Cadastre o seu e-mail para receber nossas notícias e novidades!