Blog Ilton Muller

Paciente recebe visita de cãozinho no Hospital São Miguel

Cadela Flora reencontrou Aguinaldo Lazaretti antes de receber alta

Uma lambida no rosto do seu amigão Aguinaldo Lazaretti foi a primeira reação da cadela Flora, ao reencontrá-lo depois de 56 dias internado no Hospital Arcanjo São Miguel. E ele retribuiu com um abraço, testemunhado com aplausos por profissionais de saúde, pela esposa Elenara e pelos filhos Pedro e João Vitor. O reencontro ocorreu na tarde desta quarta-feira (7), antes de Aguinaldo receber alta. Na chegada em casa, ele foi recepcionado (à distância) por amigos e colegas da empresa Bonasoldi, onde trabalha.
Elenara conta que, além da visita de familiares, Aguinaldo pedia aos médicos para ver a mascote da família, de dois anos, da raça Buldogue Francês. “Ele sempre foi muito apegado a ela”, conta Elenara, que define o marido como vitorioso. Ele foi o paciente com alta que mais tempo ficou internado na UTI do São Miguel. Passou por duas entubações.

Iniciativa de humanização do atendimento
A visita foi antecedida após cumprimento de vários protocolos, incluindo um atestado de médico-veterinário. O Hospital Arcanjo São Miguel destacou a visita da cachorrinha em suas redes sociais. Entre as várias iniciativas da Humanização do Atendimento aos Pacientes durante a internação hospitalar, está a visitação controlada de animais de estimação. A visitação de animais domésticos e de estimação requer várias etapas de autorização, verificação e controle por serviços internos do hospital, como o Serviço de Controle de Infecção Hospitalar – SCIH e o Núcleo Interno de Segurança do Paciente – NSP. Esse tipo de atendimento cumpre as exigências da Lei Estadual N° 15.352 de 23 de outubro de 2019.
Segundo o hospital, o caso era uma internação de longa permanência, na maior parte sem a possibilidade da presença da família. Por isso, foi considerado “de relevante importância o atendimento humanizado para sua plena recuperação”.
O HASM, através de sua comissão interventora, direção administrativa e direção técnica, agradecem aos profissionais envolvidos neste ato de humanização do atendimento e deseja plena recuperação a todos os pacientes.

Tags:Humanização do Atendimento

Confira outros posts

Lucas Metz, biomédico que virou empreendedor cervejeiro
Escadaria da Escola Danton Corrêa se transforma em obra de arte
Bettina Lauterbach valoriza a técnica do patchwork

Cadastre o seu e-mail para receber nossas notícias e novidades!