Blog Ilton Muller

Antas passam Dia dos Namorados em novo recinto no Gramadozoo

O objetivo é conseguir a reprodução da espécie que está em extinção

O Dia dos Namorados será especial para um casal de antas que vive no Gramadozoo. Em clima de romance, os animais irão comemorar em um novo recinto. Após anos de adaptação, as antas foram encaminhadas para outra área dentro do parque. O novo recinto faz parte de uma série de melhorias que estão sendo realizadas no zoológico. O macho nasceu no Gramadozoo e a fêmea foi trazida do Zoológico de Sapucaia para formação do casal.
Conforme a bióloga Tatiane Nunes, responsável técnica do Gramadozoo, a anta é uma espécie territorialista que vive de maneira solitária na natureza. “Quando a fêmea chegou, o macho vivia sozinho no zoo e dominava o território. Para evitar brigas, fizemos um longo trabalho de adaptação do casal. Com a troca de recinto, o território passou a ser novo para os dois. Não existia mais um animal dominante”, explica.

Espécie é vulnerável à extinção 
Segundo Tatiane, o trabalho para adaptação plena das antas continuou no novo recinto. Macho e fêmea eram soltos de maneira intercalada no espaço e dividiam espaço no momento da alimentação. “Depois de algumas tentativas, conseguimos juntar o casal”, afirma.
De acordo com a bióloga, o objetivo é conseguir a reprodução da espécie. “É uma espécie vulnerável à extinção em função do desmatamento, da caça e dos atropelamentos”. Tatiane observa que a gestação da anta é de 14 meses. “Normalmente, nasce apenas um filhotinho. Com muitos neurônios, são animais extremamente inteligentes. A anta é o maior mamífero terrestre da América do Sul”, conclui.

 
Crédito foto: Divulgação

Tags:Depois da adaptação

Confira outros posts

Gramado inicia a vacinação de moradores acima de 29 anos
Projetos de lei tramitam em prazo inferior a anos passados na Câmara de Gramado
Colonos comemoram resultados e ampliação da Festa da Colônia

Cadastre o seu e-mail para receber nossas notícias e novidades!