Blog Ilton Muller

Nesta quarta é comemorado Dia Internacional da Enfermagem e do Enfermeiro

Uma das categorias profissionais mais importantes no atual momento

No Brasil eles somam mais de 2,8 milhões de profissionais, sendo 433 mil auxiliares, 536 mil técnicos e 613 mil enfermeiros. No Rio Grande do Sul são 28.327 auxiliares, 94.995 técnicos e 11.143 enfermeiros, conforme dados do Conselho Federal de Enfermagem de abril deste ano. Eles sempre foram importantes na sociedade, mas cresceram desde março do ano passado quando começou a pandemia do coronavírus.
Neste dia 12 de maio é comemorado o Dia Internacional da Enfermagem e do Enfermeiro. A data é uma homenagem ao dia do nascimento de Florence Nightingale que fundou a primeira Escola de Enfermagem secular do mundo na Inglaterra, em 1860. No Brasil, o Dia Internacional da Enfermagem passou a ser uma data comemorativa em 1938, quando foi instituída pelo então presidente Getúlio Vargas através do decreto. E no próximo dia 20 é comemorado o Dia do Auxiliar e do Técnico de Enfermagem.

Uma profissão inspiradora
A enfermeira Catiana Benetti Foss Holdorf (foto), que atua na Secretaria de Assistência Social de Canela durante o dia e coordena o curso noturno de Técnico em Enfermagem na ACM Hortênsias, revela que tem crescido a procura pela profissão, principalmente de técnico de enfermagem. Ela cita que este ano foram formadas duas turmas de 20 alunos na ACM, o dobro do registrado no ano passado.
Catiana afirma que se identificou com a profissão de enfermeira a partir do acompanhamento em consultas e internações da sua nonna. “Me encantei com a atenção que ela recebia. Por isso decidi cursar enfermagem”, afirma Catiana. Ela formou-se na Unisinos há 18 anos e  tem especializações em Saúde da Família, Gestão em Humanização do SUS e Preceptoria em Enfermagem (relacionado à educação).
Entre as habilidades de um Enfermeiro ou Enfermeira, segundo Catiana, estão empatia, ser acolhedor e aglutinador, ter liderança e saber trabalhar em equipe. “O mais importante é gostar do que faz”, destaca Catiana.

CATEGORIAS PROFISSIONAIS
A Enfermagem é exercida por categorias profissionais que, mesmo distintas, trabalham interligadas em uma ampla variedade de ambientes (serviços hospitalares ou ambulatoriais, unidades de saúde, escolas, universidades, associações comunitárias, fábricas, domicílios). Faz parte de todas as instituições assistenciais de saúde. Na rede hospitalar, está presente nas 24 horas de todos os 365 dias do ano. É formada por enfermeiros e enfermeiras, técnicos e técnicas e auxiliares de enfermagem, que se diferenciam por sua formação.

ENFERMEIRO
O Enfermeiro tem formação universitária e exerce todas as atividades de Enfermagem, cabendo-lhe, privativamente, entre outras atribuições, a direção do órgão de Enfermagem integrante da estrutura básica da instituição de saúde, pública ou privada, e chefia de serviço e de unidade de Enfermagem; planejamento, organização, coordenação, execução e avaliação dos serviços de assistência de Enfermagem; consultoria, auditoria e emissão de parecer sobre matéria de Enfermagem; consulta de Enfermagem; prescrição da assistência de Enfermagem; cuidados diretos de Enfermagem a pacientes graves com risco de vida; cuidados de Enfermagem de maior complexidade técnica. Como integrante da equipe de saúde, compete a este profissional a participação no planejamento, execução e avaliação da programação de saúde; prescrição de medicamentos estabelecidos em programas de saúde pública e em rotina aprovada pela instituição de saúde; participação em projetos de construção ou reforma de unidades de internação; execução do parto; prevenção e controle sistemático de infecção hospitalar e de doenças transmissíveis em geral, entre outras atribuições.

TÉCNICO DE ENFERMAGEM
O Técnico de Enfermagem exerce atividade de nível médio, envolvendo orientação e acompanhamento do trabalho de Enfermagem em grau auxiliar, e participação no planejamento da assistência de Enfermagem, cabendo-lhe, especialmente, participar da programação da assistência de Enfermagem; executar ações assistenciais de Enfermagem, exceto as privativas do Enfermeiro; participar da orientação e supervisão do trabalho de Enfermagem em grau auxiliar; participar da equipe de saúde.

AUXILIAR DE ENFERMAGEM
O Auxiliar de Enfermagem exerce atividades de nível médio, de natureza repetitiva, envolvendo serviços auxiliares de Enfermagem sob supervisão, bem como a participação em nível de execução simples, em processos de tratamento, cabendo-lhe observar, reconhecer e descrever sinais e sintomas; executar ações de tratamento simples; prestar cuidados de higiene e conforto ao paciente; participar da equipe de saúde.

Tags:Homenagem

Confira outros posts

Atleta do Soberanas é selecionada para jogar no Juventude
Grupo Prolife S.A. assume administração do Hospital Arcanjo São Miguel
Vítima de estupro ganha o direito de interromper gravidez

Cadastre o seu e-mail para receber nossas notícias e novidades!