Blog Ilton Muller

Musisul, um ícone entre as conjuntos de baile na região

Primeira formação do grupo ocorreu em 1961. E continua ativo até hoje cp, nova formação

Um dos conjuntos de baile da região mais famosos e frequentes em festas, está completando 60 anos da sua fundação, em 2021. É o Musisul um ícone dos bailes de Canela e Gramado.

Segundo um dos integrantes da banda, Norli Jahn, a primeira formação do Conjunto Musisul, foi no ano de 1961, quando Antônio Olmiro dos Reis e Norli Norberto Jahn, combinaram de fazer uma apresentação, somente com gaita e bateria, no palco do Colégio Maria Imaculada, onde estudavam. “Daí fomos convidados a tocar na saudosa Boate do Teodoro, que ficava na Avenida Júlio de Castilhos, em frente Magazine Piva. Toda vez que tocávamos a boate ficava lotada, mesmo com o dueto de gaita e bateria”, recorda Norli.

Algum tempo depois, Olmiro resolveu convidar amigos dele para formar uma banda com muitos integrantes, sem a presença de Norli. “Como a maioria deles não eram músicos, o conjunto não se apresentou. Logo o Olmiro me convidou, junto com alguns músicos e começamos a tocar bailes.

 

11 horas de baile na Linha São João

O primeiro baile foi na Linha São João, quando ocorreu um dos fatos mais engraçados da trajetória do grupo.”Chegamos no salão para instalar nossos equipamentos, que cabiam numa Kombi, às 18 horas, de um sábado. Para nossa surpresa, o contratante reclamou que nós tínhamos chegado atrasado. Tínhamos um pequeno repertório e começamos a tocar às 18h30 e tivemos que tocar até às 5h30. Tocamos 11 horas seguidas. O pistonista da época era o Alceu Angeli, que só sabia tocar uma música, “A Cerejeira Rosa”. Tocou umas dez vezes. Tínhamos um saxofonista que tinha o apelido apelidado de Cobra e o Olmiro, na gaita, salvaram nossa apresentação”, afirma Norli.

O conjunto teve duas interrupções na sua trajetória. “Uma quando o Olmiro saiu, por ocasião do seu casamento, e outra quando o Paulo Oliveira e o Paulo Korndorfer, foram tocar em dupla. Paramos a última vez em 1993, com um jantar-baile na Sociedade Tiro ao Alvo em Nova Petrópolis. Retornamos em 2014, no Esporte Clube Serrano, no baile de aniversário. Estamos ativos até hoje”, recorda Norli.

O conjunto ensaiava num anexo da sapataria do sr. Norberto José Jahn e, atualmente, na casa de Norli.

 

Formações do Conjunto Musisul

Como foram muitas formações ao longo do tempo, Norli descreve os componentes, por instrumento:

Bateria: Norli Jahn, desde a fundação até hoje;

Guitarra: Marinho Cruz, Crispim, Paulo Oliveira, Marco Cezar, Laerte Fortes (in memoriam) e atualmente, Paulo Korndorfer;

Contrabaixo: Orquisio Hahnel, Ricardo Spindler, Dante Bertoluci Filho (in memoriam), Coquinho Cruz, Jorge Letreiro, Paulo Kondorfer e, atualmente, Xaxim Korndorfer;

Teclado: Antônio Olmiro dos Reis, Assis Lirio, Paulo Veeck, Joãozinho, Jorginho, Paulinho, e, atualmente, Rogério Heurich;

Percussionista: Júlio Jahn

Cantores: Jair da Veiga, João Luiz, Jorge Letreiro, Paulo Oliveira e, atualmente, Paulo Korndorfer e Norli Jahn;

Cantoras: Neiva Tomazi, Erilene Fogaça, Zanza Oliveira, Cris Souza, Sônia e, no momento, Ieda Morbach (de Novo Hamburgo);

Técnico de som: Júlio Jahn e, atualmente, Lucas Jahn;

 

 

Toca todos os tipos de música

Segundo Norli. o Musisul sempre foi um conjunto de baile e tocou todos os tipos de músicas dançantes. E se inspira em conjuntos de todas as épocas: Los Colegiares (Canela), Os Incríveis, The Jordans, Renato e Seus Blue Caps, Golden Boys, The Fevers, Credence, Conjunto Fama, e cantores como, Pepino Di Capri, Charles Aznavour, Frank Sinatra, Trio Los Panchos, entre outros.

O conjunto já se apresentou em todas as cidades da região: Canela, Gramado, Nova Petrópolis, Cambará do Sul, Caxias do Sul, Tramandaí, Porto Alegre. “Estivemos, também, na TV Piratini (foto), TV Gaúcha (foto). Acompanhamos Agnaldo Rayol, Toni Angeli, Edgar Pozzer. Participamos em todas as Businas do Guiné (um sucesso no Cine Marabá). Tocamos em muitas convenções nos Hotéis Continental, Laje de Pedra e Esporte Clube Serrano”m recorda o músico.

 

Formação atual

O Conjunto Musisul está ativo até hoje, com esta formação: Rogério Heurich no teclado; Paulo Kondorfer na guitarra; Xaxim Korndorfer no contrabaixo; Norli Jahn na bateria, Ieda Morbach, cantora; Paulo e Norli nos vocais, e Lucas Jahn como técnico de som e suplente da bateria.

Na foto abaixo, em baile na AABB, da esquerda para a direita: Paulo Korndorfer, Paulo Oliveira, Ieda, Norli e Rogério

 

Tags:Lenda musical

Confira outros posts

Rotary Gramado faz doação de oxímetros ao hospital
MP Gramado alerta Conselho do Meio Ambiente sobre mudanças no Plano Diretor
Presença do vírus reforça importância da vacina contra a febre amarela

Cadastre o seu e-mail para receber nossas notícias e novidades!