Blog Ilton Muller

Ana e Lara já comemoram a data há três anos

Mas este será o primeiro com a guarda definitiva de Samuel, 7 anos

Elas já comemoraram o Dia das Mães em duas ocasiões. Mas domingo (9) será o primeiro em que Ana Carolina Pacheco e Lara Marques da Rocha celebrarão a data com a guarda definitiva de Samuel, 7 anos, concedida há um mês. Ana e Lara estão juntas desde 17 de janeiro de  2014 e casadas desde 17 de janeiro de 2016. E Samuel veio completar a família através de um processo de adoção que se concretizou documentalmente agora. Porque amorosamente já se concretizou desde a primeira vez que se viram. 
A comemoração deste Dia das Mães, segundo Ana, “será do nosso jeitinho. Um almoço e um jantar com a família reunida, ao lado da minha mãe e avó. Fazer uma comida gostosa, celebrar o nosso momento e sempre demonstrar o quão importante é esse dia e o quanto demoramos pra poder comemorá-lo da forma como merecemos”,

Como foi o processo de adoção?
Ana Pacheco - “A adoção sempre foi um desejo de ambas, rodeava nossos pensamentos e corações volta e meia. Após casarmos iniciamos a pesquisa de como funcionava a adoção, assistimos muitos documentários sobre o assunto, entramos num grupo de apoio à adoção e, a partir dali, passamos a entender melhor como tudo funcionava - desde a angústia, a ansiedade, o desejo, a burocracia, enfim, tudo passou a fazer sentido. Reunimos os papéis em maio de 2018, em fevereiro de 2019 fomos chamadas no abrigo e em março de 2019 conhecemos o Samuel. Quando vimos aquele "quero-quero", magrinho, de olhos arregalados e com um sorriso de carência, logo soubemos que ali surgia a nossa família”.

A caminhada da adoção
Ana Pacheco - “Tivemos esse primeiro contato em março de 2019. Depois iniciamos visitas uma vez por semana, apenas duas horinhas. Depois aumentaram o tempo. Em seguida podíamos passear, dar algumas voltas. Na Páscoa de 2019 ele conheceu a nossa casa, minha mãe e minha avó. Logo em seguida começamos a buscá-lo na escola, quando ele já podia dormir conosco. Mas apenas em janeiro de 2020 ele veio morar conosco. Desde então estamos completos. Em julho de 2020 tivemos a guarda provisória e apenas agora, em abril de 2021, a guarda definitiva”.

O que um filho mudou na vida de vocês?
Ana Pacheco - “É mais simples dizer o que não mudou (risos). Tudo muda. As preocupações, as responsabilidades, os focos e objetivos. Tudo mudou e mudou pra melhor. O amor surgiu de um jeitinho que a gente ainda não conhecia, bem como os melhores sentimentos que a maternidade reserva. O Samuel chegou multiplicando tudo que há de melhor. É como ele mesmo diz: "Nascer da barriga já dói, mas imagina do coração, né?".

Tags:Melhor Dia das Mães

Confira outros posts

Sala de Vacinação da Várzea Grande estará fechada nesta quinta e sexta-feira
Brigada Bilitar capacita novos policiais militares para a Patrulha Maria da Penha
Canela receberá complexo de saúde que prevê hospital, condomínio e hotel

Cadastre o seu e-mail para receber nossas notícias e novidades!