Blog Ilton Muller

UCS desenvolve pesquisa para tornar Gramado a "Cidade Para Todas As Idades"

Iniciativa busca a certificação de “cidade amiga do idoso”

A Universidade de Caxias do Sul é parceira acadêmica no desenvolvimento de pesquisa que visa promover a candidatura de Gramado como a cidade para todas as idades. O trabalho busca diagnosticar as condições sociais, econômicas e culturais que o município oferece para a população idosa, a fim de apresentar uma carta de intenções para buscar a certificação.

A iniciativa se conecta a um movimento global liderado pela Organização Mundial da Saúde, a qual considera que uma cidade amiga do idoso (para todas as idades) estimula o envelhecimento ativo por gerar "processos de otimização das oportunidades de saúde, participação, aprendizagem ao longo da vida e segurança de forma a promover qualidade de vida à medida que se envelhece. Esse conceito é seguido a fim de tornar cada cidade um lugar de convivência mais fácil, mais confortável e segura para o idoso e, em consequência, para toda a população", conforme define o Centro Internacional de Longevidade Brasil.

Com a UCS, integram a mobilização para incluir o município na Rede Mundial de Cidades e Comunidades Amigas das Pessoas Idosas a Prefeitura de Gramado, por meio da Secretaria Municipal da Cidadania e Assistência Social e do Conselho Municipal do Idoso, o Centro Internacional de Longevidade Brasil (ILC-BR), executor do projeto, o Instituto Moriguchi, parceiro institucional, e a Companhia Paulista de Força e Luz (CPFL).

Com população superior a 36 mil pessoas, estima-se que 10% dos moradores de Gramado tenham entre 60 e 101 anos. Por isso, integrar uma rede mundial nesse âmbito reconhece o compromisso da comunidade com trabalho em benefício aos idosos, além de propiciar políticas, ambientes e estruturas com foco em seu atendimento e qualidade de vida.

 

Realização da pesquisa de campo

Na UCS, conforme explica o professor Delcio Agliardi, que coordena as atividades junto às professoras Vania Heredia, Verônica Bohm e Margarete Fátima Lucca, diretora do Campus Universitário da Região das Hortênsias, trabalha-se desde 2018 no projeto, que inclui a aplicação de pesquisa quantiqualitativa. A prática divide-se em três etapas: pesquisa documental, pesquisa de campo e análise de dados. Serão realizados questionário, entrevistas em profundidade, inventário de serviços e grupo focal.

A pesquisa de campo se estenderá até dezembro, de acordo com a amostra definida e por setores administrativos de Gramado, nas Unidades Básicas de Saúde do Município, organizações da sociedade civil e nas residências de idosos.

Integram o grupo de pesquisadores docentes da Universidade, de várias áreas do conhecimento como Medicina, Enfermagem, Turismo, Psicologia, Educação e Urbanismo: mestre Adriana Speggiorin Verza, dr. Delcio Antônio Agliardi, dr. Dino Roberto De Lorenzi, dr. João Ignácio Pires Lucas, dra. Margarete Capra, dra. Nilva Lúcia Rech Stedile, dr. Pedro A. B. César, dra. Suzana De Conto, dra. Vania B. M. Herédia, sr. Verônica Bohm, mestre Bruna Tronca e mestre Margarete Fátima Lucca.

 

Veranópolis e Porto Alegre já são certificadas

No RS, conforme explica o professor Delcio, somente duas cidades já são certificadas: Veranópolis e Porto Alegre. "A iniciativa é fundamental, pois cria políticas públicas favoráveis aos idosos para que possam usufruir do bem-estar na cidade onde vivem, com respeito à dignidade humana. E a UCS, nesse contexto, é espaço de produção de conhecimento para as novas gerações", explica, sobre a instituição que atua há quase 30 anos no âmbito da pessoa idosa, por meio do Programa UCS Sênior - Educação e Longevidade, de pesquisas na área do envelhecimento humano e do Instituto de Longevidade da UCS, criado neste ano, instância acadêmica com serviços voltados à melhoria da qualidade de vida da pessoa idosa.

 

Tags:Projeto em andamento

Confira outros posts

"Duas mulheres de fino traço" mostram seus desenhos aos gaúchos
Catiane Muniz tem 16 anos de atuação profissional
Estação Gramado da Viação Férrea foi inaugurada há 100 anos

Cadastre o seu e-mail para receber nossas notícias e novidades!