Blog Ilton Muller

Termo de Ajustamento viabiliza obras para reabertura do Parque do Pinheiro Grosso

Lançamento das obras de recuperação do espaço público iniciaram no sábado

O promotor de Justiça Max Guazzelli, juntamente com o coordenador do Centro de Apoio Operacional de Defesa do Meio Ambiente do Ministério Público, Daniel Martini, participou, no último sábado, do lançamento das obras do Parque do Pinheiro Grosso, em Canela. O início das obras foi viabilizado a partir de um termo de ajustamento de conduta firmado no mês de outubro entre o MPRS, a Prefeitura de Canela e a incorporadora Nova Alternativa, vencedora da licitação para operar o parque, especialmente com relação a intervenções em área de preservação ambiental.

Conforme o TAC, a Prefeitura deveria enviar à Câmara de Vereadores um projeto de lei alterando os prazos de vigência da concessão, estabelecendo prazo de 120 dias para a emissão de licença de instalação para que a concessionária pudesse começar as obras necessárias para reabertura do parque o mais breve possível. O Ministério Público ficou responsável pela fiscalização do acordo, cuja multa em caso de descumprimento ficou estabelecida em R$ 2 mil ao dia.

 

Reabertura de maneira sustentável

“A intenção do MPRS é promover o equilíbrio no contrato, permitindo que a empresa vencedora da licitação possa operar e reabrir o atrativo, e, sobretudo, de maneira sustentável, oferecer à comunidade e aos turistas a possibilidade de visitação ao local. Além disso, trazendo retorno para os cofres municipais por meio de percentual da receita do parque”, disse Max Guazzelli.

“A iniciativa se destaca por se tratar de uma atividade de ecoturismo que vai aproximar as pessoas da natureza”, ressaltou Daniel Martini.

O prazo de concessão do Parque do Pinheiro Grosso é de 30 anos, podendo ser renovado caso haja interesse das partes. Do contrário, o local será devolvido ao Município com todas as melhorias realizadas.

 

Parque Pinheiro Grosso

O Parque do Pinheiro Grosso está situado às margens da rodovia estadual RS-466, que dá acesso ao Parque Estadual do Caracol e demais parques do entorno. O Pinheiro Grosso é uma araucária gigante sobrevivente do ciclo madeireiro de Canela. Remanescente da mata nativa original, sobreviveu por não ser madeirável devido às bifurcações do tronco. Todos os demais pinheiros gigantescos do entorno foram suprimidos na época.

O parque tem como finalidade a proteção integral deste raro espécime, que tem sua origem há mais de 200 milhões de anos no solo brasileiro. Com cerca de 700 anos, o “pinheiro grosso” tem 48 metros de altura, 2,75 metros de diâmetro e 7,5 metros de circunferência – medidos a 1,2 metros da raiz. Para fechar um círculo em volta da árvore, são necessárias cerca de 12 pessoas.

 

Promotor recebeu medalha

Durante o evento, aconteceu uma mostra da Força Expedicionária Brasileira, que homenageou o promotor de Justiça Max Guazzelli com a medalha Expedicionário Weber (foto abaixo).

Tags:Canela

Confira outros posts

Gramado já atinge a marca de 96,7% da população adulta com esquema vacinal completo
Câmara de Vereadores de Gramado teve primeira sessão de 2022
Live solidária para o menino João Emanuel

Cadastre o seu e-mail para receber nossas notícias e novidades!