Blog Ilton Muller

Nasceu uma editora para chamar de Serrana

Ela é uma iniciativa das professoras Mariane Soares e Simone Mumbach, de São Francisco de Paula

As professoras Mariane Soares e Simone Mumbach, de São Francisco de Paula, aproveitaram a pandemia da Covid para colocar um sonho em prática: escrever e publicar para crianças, livros que pudessem se tornar material de apoio, para as suas aulas de física e matemática. Foi assim que as personagens Lilica e Gabinho ganharam vida, leitores e o mundo, incentivando crianças a aprenderem de uma forma mais lúdica. O sucesso das publicações fez as professoras se organizarem, para abrir a editora de livros Escrita Serrana.

“O que queremos é publicar títulos relevantes à cultura serrana, e à literatura, com um mote eclético”, conta Mariane Soares com brilho nos olhos. Para ela a editora é mais que um trabalho, mas uma missão de fomentar a literatura aproximando os escritores do universo editorial, de forma individualizada, independente e profissional.

Os motivos para a formação dessa dupla empreendedora são diversos, “mas o principal deles certamente é o brilho no olho de cada autor que publicamos. Dar vida e voz para as escritas, apoiar os autores e estar num contexto de criação e imaginação é incrível! É uma daquelas coisas que não tem preço, tem valor”, complementa Simone Mumbach. Simone e Mariane gostam de frisar que “tua escrita é a nossa marca”. Frase que justamente é o o slogan norteador da editora.

 

Escritores mirins

Publicar escritores mirins era um sonho antigo das professoras. “Sempre encontrei textos muito criativos, entre as produções de estudantes nas séries iniciais, pensava em fomentar essa escrita e proporcionar, aos estudantes, o ingresso no meio literário como escritores”, afirma Mariane. As empresárias acreditam que o incentivo à escrita e à leitura, motivam todo um universo infantil a fazer o mesmo, e também fazem entender a importância da escrita, como forma de comunicar ideias ao mundo. O protagonismo, a força da educação e o incentivo à formação são apenas alguns dos benefícios do projeto Escrita Mirim, onde todo o lucro é revertido para o escritor e sua formação.

 

Editora é um projeto de vida

Mais que um sonho, a editora Escrita Serrana, sediada em São Francisco de Paula, é um projeto de vida, que vem sendo posto em prática de forma planejada por estas duas mulheres. A editora também conta com profissionais autônomos da região. Hoje as empresárias recebem mensagens de todo o Rio Grande do Sul, pelas redes sociais, de escritores e escritoras que querem publicar.

 

Pré venda

E já estão na pré venda os livros do escritor mirim, Vinicius Langer, “Espírito Guerreiro, Coração Samurai” e da escritora, Jaqueline Brocker Zimmer, “Tantas Vidas em Uma Só”. Publicar um livro envolve muitos custos e quando o leitor compra a obra acaba ajudando o autor na publicação da mesma. Entre os benefícios também está a economia, já que na pré-venda o livro é vendido com valor promocional.

 

Tags:De São Francisco de Paula

Confira outros posts

Canela recebe mais 1.194 doses e calendário avança para novas faixas etárias
Padre Ezequiel é atração em show gratuito no Natal Luz
Encerra neste domingo a mostra de longas gaúchos do Festival de Cinema

Cadastre o seu e-mail para receber nossas notícias e novidades!