Blog Ilton Muller

Na Praça das Etnias, um recorte do artesanato de Gramado

A Associação Várias Artes reúne o trabalho de 21 profissionais

Há sete anos a Praça das Etnias, no Centro de Gramado, reúne um resumo do artesanato de Gramado. São 21 artesãos que expõem e comercializam peças em madeira, lã, cerâmica, couro, bambu, tecidos, entre outros. A entidade existe há 15 anos, mas somente desde 2013 está em local fixo, no Espaço de Feiras Francisco Oberherr, destaca o presidente Rodrigo Wammes.
A grande maioria dos clientes é fornada por turistas. A feira funciona diariamente, de manhã e de tarde. Permanece fechada somente nas manhãs de sábado, quando ocorrem ali duas feiras de produtos agrícolas (uma convencional e outra orgânica).
Não existe um produto que tenha mais receptividade entre os turistas, conta Rodrigo. Os artesãos entendem que os próprios gramadenses poderiam conhecer o local e encontrar sugestões de presentes para datas especiais, como o Dia das Mães, por exemplo.  

Prática da arte no local
Alguns artesãos confeccionam no próprio local algumas peças, demonstrando na prática a arte que dominam. É o caso de Rodrigo que mantém no seu estande um equipamento de tecelagem.
“Nosso propósito é incentivar o artesanato local e sermos uma atração turística”, afirma Rodrigo, ao destacar que nas principais cidades da Europa os visitantes encontram peças artesanais típicas do local, unindo os artesãos ao turismo.

* Nesta semana vamos destacar outros locais que unem turismo e artesanato, como no Lago Negro e em Canela.

Tags:Para prestigiar

Confira outros posts

Sindtur estará no bairro Santa Marta, em Canela, para cadastrar interessados em empregos no turismo
Termina nesta sexta prazo para adesão ao Refis em Canela
Quase metade dos gramadenses estão com o esquema vacinal completo

Cadastre o seu e-mail para receber nossas notícias e novidades!