Blog Ilton Muller

Lucas Metz, biomédico que virou empreendedor cervejeiro

Na Várzea Grande, ele está produzindo a 473 Craft Beers

Da cerveja caseira para a produção artesanal e profissional. Da bancada do laboratório para a brassagem da Cervejaria Altenbrück, de Feliz. Estes caminhos foram percorridos pelo biomédico Lucas Metz, até administrar a sua própria cervejaria, na Várzea gerando, a 473 Craft Beers. Ele concluiu o ensino médio no Colégio Santos Dumont e formou-se em Biomedicina na Feevale (Novo Hamburgo).
A veia empreendedora, segundo ele, veio da necessidade de “Descobri um ramo que eu amo, e colocar minha própria cervejaria era a melhor opção para viver disso pra sempre. Felizmente tive ajuda.  Tenho ótimos sócios e parceiros envolvidos nessa tarefa nada fácil, porém recompensante”, afirma Lucas.
Ele começou produzindo cerveja caseira, como um passatempo.  “Na época, eu atuava em análises clínicas, em um Laboratório de Lajeado (RS).  Acabei me apaixonando pelo processo, buscando capacitação, até trocar a bancada do laboratório  pela sala de brassagem da Cervejaria Altenbrück, de Feliz (RS)”, comenta.
A imagem da 473 Craft Beers foi desenvolvida por profissionais com experiência na criação de marcas, em duas etapas. “Inicialmente, foi desenvolvido o nome e uma primeira ideia de comunicação visual. Tempos depois, e com o desenvolvimento do projeto, essa identidade visual foi modificada e chegamos na nossa marca atual”, relata Lucas Metz. A 473 Craft Beers produz os estilos Premium Lager, Rye APA e Weiss. Para breve estão previstas novidades.
Segundo Lucas, “ainda estamos vendendo apenas na fábrica, pois aguardávamos os rótulos definitivos ficarem prontos. Em breve, estaremos em bares e supermercados. Nossa ideia, inicialmente, é atendermos o público local, já que estamos produzindo apenas cerveja viva, não pasteurizada (chope, engarrafado e no barril). Isso torna o produto mais delicado para maiores deslocamentos”m explica o empreendedor.
A empresa trabalha com matérias-primas nacionais (alguns maltes) e importadas da Alemanha, Estados Unidos, Bélgica e Inglaterra (maltes, lúpulos e fermentos).
A bagagem curricular do curso de Biomedicina lhe proporcionou o conhecimento necessário em bioquímica, microbiologia, boas práticas de fabricação, entre outros para tocar com segurança o negócio. “Iniciei um curso técnico de cervejeiro em Blumenau, mas infelizmente houve problemas com a grade curricular e corpo docente (estavam em desacordo com o anunciado inicialmente) e não havia sentido seguir cursando até a conclusão.  Felizmente, nesse período de curso, fiz ótimos amigos que me possibilitaram entrar no mercado e assumir o cargo de cervejeiro na Altenbrück”, conclui Lucas. Dali nasceu a ideia do negócio próprio em Gramado.
O processo de fabricação é todo artesanal. “Embora seja feita com equipamento industrial, tudo em inox, ainda há várias etapas do processo feitas manualmente. Além disso, nos mantemos fiéis à qualidade dos insumos utilizados”, afirma Lucas, descartando a massificação da marca através da utilização de insumos que poderiam até reduzir os custos de produção, mas descaracterizariam a cerveja e a proposta da empresa.

Contatos:
Facebook e Instagram: @473craftbeers
Telefone e Whatsapp: (54) 99129-7031
Neste link você tem todos os contatos, além da localização da empresa:https://linktr.ee/473craftbeers

Tags:Empreendedorismo

Confira outros posts

Música ao vivo é autorizada em estabelecimentos fechados
Gramado faz mutirão para aplicação da 2ª dose nesta terça-feira (26)
Artistas lançam em Gramado mostra itinerante que percorrerá o Estado

Cadastre o seu e-mail para receber nossas notícias e novidades!