Blog Ilton Muller

Justiça determina prisões preventivas do presidente da Câmara, secretário e procurador jurídico, em Canela

Ação da Polícia Civil que investiga supostas irregularidades na contratação de serviços públicos também teve afastamento de secretário de Turismo

A Polícia Civil deflagrou na manhã desta segunda-feira (8) a Operação Cáritas, que investiga suspeitas de corrupção na Prefeitura, Câmara e Hospital de Caridade do município. Até o momento foram presos preventivamente o presidente da Câmara de Vereadores, Alberi Dias, o Secretário de Obras, Luis Claudio da Silva, e o interventor do Hospital de Caridade, Vilmar da Silva dos Santos. Segundo a Polícia Civil, a operação é resultado de investigação iniciada em abril deste ano, no hospital, após supostos desvios de materiais de construção. A operação envolveu 175 policiais civis.

Segundo informações do Portal da Folha (portaldafolha.com.br), a ação autorizada pela Justiça é resultado de investigações iniciadas no início do ano, quando se apurava possível prática de desvio de materiais de construção do hospital da cidade. Desde então, as investigações foram aprofundadas, apurando-se a existência de um suposto esquema de fraude de orçamentos para a contratação com o poder público, em que empresas de fachada ligadas a agentes políticos e servidores públicos venciam as disputas públicas para a realização de serviços para a Prefeitura Municipal.

Além da prisão dos suspeitos, a Justiça determinou o afastamento cautelar das funções públicas do Secretário Municipal de Turismo, Angelo Sanches, do Secretário-Adjunto de Obras e de um servidor da mesma pasta.

A operação foi coordenada pela Delegacia Regional de Gramado, com apoio das Regionais de Caxias do Sul e de Montenegro, do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) e do Laboratório de Lavagem de Dinheiro do Gabinete de Inteligência e Assuntos Estratégicos (GIE).

Através da assessoria de imprensa, a Prefeityra de Canela informou que se manifestará em breve. Ao mesmo tempo, cancelou entrevista coletiva marcada para amanhã desta terça-feira (9) em que seriam tratados diversos assuntos, como os serviços da Corsan e a concessão do Parque do Caracol. A Câmara de Canela também, ainda, não se manifestou sobre o caso.

 

Crédito da foto: Francisco Rocha/Portal Folha de Canela

Tags:Operação Cáritas

Confira outros posts

Parceria fortalecerá o desenvolvimento de pesquisa voltada a agricultura em Canela
A concessão do Teatro Municipal de Canela 
Gramado faz mutirão para aplicação da 2ª dose nesta terça-feira (26)

Cadastre o seu e-mail para receber nossas notícias e novidades!