Blog Ilton Muller

Hector Studios investe em novos personagens e terá tecnologia Masked Singer

Restaurantes temáticos de Gramado adotam recursos sofisticados para dar mais realismo aos personagens da Escola de Magia Ônyra

Quem assiste ao The Masked Singer Brasil aos domingos e se encanta com o realismo das fantasias apresentadas no programa pode imaginar que a tecnologia dos bonecos seja algo de Hollywood. Mas a responsável por eles é uma empresa brasileira que há 17 anos tira da prancheta personagens cativantes, a Bolinha Studios, cuja assinatura chega agora a Gramado, para fazer parte do universo mágico dos restaurantes temáticos Hector. 
O investimento para cada novo boneco de Hector chega a R? 20 mil na modernização de seus bonecos com o Bolinha. O dragão azul Hector é o primeiro a ser repaginado e já pode ser encontrado nas duas unidades (hamburgueria e pizzaria). Todos os personagens são criações originais que povoam o imaginário de crianças e adultos que acabam enfeitiçados pela magia da escola Ônyra. Tanto a Hector Pizzaria quanto a Hector Hamburgueria Temática são sucesso absoluto de público, entregando experiências de grande repercussão em Gramado.

Dois personagens

Segundo Fabio de Amorim Leme, o Bolinha, que segue à frente do processo criativo do estúdio, cada atualização demora em torno de um mês. Serão produzidos inicialmente dois bonecos do dragão Hector, um deles com o recurso de piscar de olhos, e também um novo boneco do búfalo Stan, um velho sábio, professor de poções mágicas na Escola de Magia Ônyra, líder da Ordem Esmeralda, e o criador do delicioso Suco de Hidromel, bebida que é sucesso nos restaurantes do grupo.
Um dos charmes da atualização é a nova programação eletrônica para a cabeça do boneco. É esse recurso que permite ao personagem piscar os olhos. “É um efeito que realmente impressiona, traz ainda mais humanidade aos personagens já tão cheios de vida e história da marca Hector”, conta Bolinha.

Uso de recursos RD

Cada criação surge a partir de recursos 3D no computador e passa por testes até ficar perfeita. “A ideia é cada dia mais aprimorar o nosso mundo mágico, para uma imersão inesquecível no universo paralelo da nossa escola da magia, as pessoas precisam entrar em nossos negócios e esquecerem que existe o mundo comum, ou que elas são pessoas comns. e o trabalho incrível do Bolinha entra como parte imprescindível nessa construção perfeita. Nosso objetivo é que todos vivam a história da magia de maneira intensa e memorável”, conta Will Weber, Dreamer of Experience da Hector.

Tags:Tecnologia RD

Confira outros posts

Relevo Gramado tem 52% das unidades comercializadas e 27% de valorização
Reconhecimento ao tradicionalista Jorge Correia
24ª Feira do Livro de Gramado inicia no dia 1° de outubro

Cadastre o seu e-mail para receber nossas notícias e novidades!