Blog Ilton Muller

Centro Esportivo Gramadense terá memorial no Vita Boulevard executado por Débora Irion

As famílias gramadenses que participaram da história serão homenageadas

As famílias gramadenses que participaram da história do Centro Esportivo Gramadense serão homenageadas em um memorial que será colocado num dos jardins do Vita Boulevard. O empreendimento está sendo construído onde era a sede do clube, o Estádio dos Pinheirais. A peça está sendo executada pela artista plástica Débora Irion, autora de outras obras iconográficas em Gramado.
Em uma pedra retirada das obras será fixada a escultura memorial que está sendo executada em aço corten e bronze, simbolizando o laço que uniu o Vita ao Centro Esportivo Gramadense. “Vai valorizar e destacar esta página da história de Gramado de forma contemporânea”, afirma Débora Irion.
 O projeto do Memorial nasceu em 2018 através da solicitação do empresário Antônio Benin (da Benin Imóveis) e da diretoria do Centro Esportivo Gramadense através do seu presidente na época, Luia Barbacovi. “Tem o propósito de homenagear as famílias Gramadenses que construíram a história do Clube. A partir daquele momento comecei a trabalhar para projetar um Memorial com esta visão de agregar e registrar a história, pois nasceu um laço entre o Vita Boulevard e o Centro Esportivo Gramadense. O projeto foi apresentado ao grupo empreendedores do Vita e aprovado de forma unânime”, comenta a artista.
Débora ressalta que “é iconográfico que uma obra memorial venha  representar um fato histórico e deste modo estarão registrados todos os presidentes do clube desde sua fundação em 1929 até os dias de hoje, e com espaço para os futuros presidentes, pois o Centro Esportivo Gramadense continua ativo”.


A artista
Débora Irion  teve sua formação na Universidade Federal de Santa Maria – UFSM onde se tornou bacharel em Desenho e Plástica em 1985, curso de Artes que desenvolve todas as técnicas das Artes Visuais e Decoração de Interiores.  Ao longo dos anos, trabalhou como designer de móveis , decoração de interiores. “Mas foi em 1997 que me descobri como escultora e nunca mais deixei de ser. Comecei com a argila e hoje trabalho em diversas técnicas e materiais, desde a terracota, as resinas, e metais como bronze, alumínio, ferro e aço”.

Principais trabalhos executados
- Marco Histórico do Centenário da Igreja São Pedro;
- Troféu Cosmos do Gramado In Concert que foi escolhido em concurso promovido em 2016 pela Secretaria Municipal de Turismo;
- Troféus Marília Daros e Professor Destaque do Legislativo, ambos para a Câmara de Vereadores de Gramado;
- Painel Justiça no Centro Acadêmico André da Rocha - Curso de Direito na UFRGS, em Porto Alegre;
- Busto do primeiro presidente da APUSM (Associação dos Professores Universitários de Santa Maria) e o Painel escultórico Natal Gaúcho no CINT – Hospital Astrogildo de Azevedo, em Santa Maria.


Trajetória artística
Débora Irion participou de exposições individuais e inúmeras coletivas em Gramado e cidades do Rio Grande do Sul, assim como países da América como Colômbia, Argentina, Chile, Peru, México, Equador, Estados Unidos, Canadá, além da Europa, em Portugal e França (por três anos consecutivos no Salão Internacional de Arte Contemporânea no Museu do Louvre (Paris).


Foto: Artista plástica Débora Irion

Confira outros posts

UCS lança lives sobre escolhas profissionais com sorteio de brindes
Brigada Militar encerra festa clandestina em Canela
Vacinação para quem tem mais de 77 anos no ExpoGramado, neste sábado

Cadastre o seu e-mail para receber nossas notícias e novidades!