Blog Ilton Muller

Cantor lançará carreira solo em live solidária dia 29 de abril

Marcelo Abreu quer arrecadar cestas básicas para artistas do Vale do Sinos que estão há um não sem trabalho

        Marcelo Abreu, cantor de música sertaneja reconhecido por seu trabalho com o irmão Márcio, da dupla Marcelo&Márcio, fará no dia 29 de abril, uma live solidária de lançamento de sua carreira solo, projeto ao qual vai dar andamento em paralelo à dupla. O show não terá cobrança de ingressos - o cantor vai divulgar durante toda a apresentação um número de Pix para que os fãs façam doações para a compra de cestas básicas que serão doadas a artistas da região do Vale do Sinos que estão sem trabalho há mais de um ano, por conta da pandemia.
        A live será transmitida a partir das 20h, pelo Facebook do cantor -  https://www.facebook.com/marceloabbreu
        Marcelo Abreu nasceu em Vacaria. Em 1983 a família migrou para Novo Hamburgo. O pai, que era acordeonista, influenciou os filhos no gosto pela música. Desde a pré-adolescência cantava e tocava em dupla com o irmão, Márcio. Os dois ensaiavam em casa, com os recursos escassos de que dispunham, e gravavam suas canções em fita cassete, para ouvir e aperfeiçoar.
        Em 1996 os irmãos criaram uma banda. Foi quando Márcio passou a considerar a possibilidade de viver de música. Mas a carreira não decolou, e Marcelo decidiu seguir outro caminho, atuando como metalúrgico, enquanto Márcio continuou com a banda.
        Em 2016, com o irmão Márcio já participando de uma banda de projeção nacional, Reação em Cadeia, e com a carreira construída, veio o convite para que Marcelo voltasse à atividade artística, e formasse uma dupla com o irmão. 
        Depois de uma década cantando desde o sertanejo universitário até o sertanejo raiz, a dupla lançou, no final de 2019. o primeiro um álbum com canções próprias.
        Em 2020 veio a pandemia, e com ela as dificuldades para todos os artistas. No início de 2020, os irmãos participaram de várias ações solidárias em benefício de colegas que já estava há algum tempo sem trabalho.
        E foi durante a pandemia, como todos do setor cultural, teve que se reinventar, e buscar outras alternativas de trabalho, que Marcelo decidiu lançar um vôo solo. A live do dia 29 será sua primeira apresentação oficial sem a participação do irmão. O repertório, adianta o cantor, “vai ser baseado em músicas dos anos 80 e 90, período que influenciou muito a minha formação musical, e algumas canções do EP autoral com meu irmão Márcio”.

Tags:Apoio

Confira outros posts

Segunda dose: somente 160 vacinas da CoronaVac
UCS lança lives sobre escolhas profissionais com sorteio de brindes
Canela recebe 1.260 doses da vacina  AstraZeneca/Oxford

Cadastre o seu e-mail para receber nossas notícias e novidades!