Blog Ilton Muller

50° Festival de Cinema de Gramado anuncia filmes em competição

Serão sete longas-metragens brasileiros, sete longas-metragens estrangeiros, cinco longas-metragens gaúchos, 14 curtas-metragens brasileiros e 17 curtas-metragens gaúchos

Na manhã desta sexta-feira, 08 de julho, a organização do Festival de Cinema de Gramado anunciou os filmes que irão compor as mostras competitivas de sua 50ª edição. Dos mais de mil títulos inscritos, as curadorias e comissões de seleção escolheram sete Longas-Metragens Brasileiros, sete Longas-Metragens Estrangeiros, cinco Longas-Metragens Gaúchos, 14 Curtas-Metragens Brasileiros e 17 Curtas-Metragens Gaúchos.

Dos 50 filmes anunciados, a diversidade e o ineditismo permeiam todas as produções. Dentre os destaques nacionais, filmes de todas as regiões do Brasil e que abordam questões pertinentes ao período político e social do país. Os curtas brasileiros apresentam um feito inédito: metade dos filmes selecionados terão Gramado como sua primeira tela de exibição. A diversidade está também na seleção estrangeira, que, neste ano, conta com filmes da América do Sul, do Norte e Europa, produções reconhecidas em outros festivais pelo mundo e que ganham projeção no Brasil a partir de Gramado.

 

Serão entregues 49 Kikitois

Os filmes serão exibidos presencialmente em Gramado, entre os dias 12 e 19 de agosto, no Palácio dos Festivais que, este ano, volta a receber realizadores, elenco e público. Na noite do dia 20 de agosto, serão revelados os vencedores dos Kikitos. Ao total, serão entregues 49 kikitos e 11 Troféus Assembleia Legislativa, além das tradicionais homenagens com os Troféus Oscarito, Eduardo Abelin, Kikito de Cristal e Cidade de Gramado. Em parceria com a Secretaria de Estado da Cultura (Sedac), por meio do Instituto Estadual de Cinema (Iecine), o Festival de Gramado entregará, ainda, três Prêmios Gramado 50 anos e o Troféu Leonardo Machado.

 

Festival projetou Gramado

Durante o encontro com os jornalistas, a secretária de Turismo de Gramado e presidente da Gramadotur, Rosa Helena Volk, enfatizou que o mais importante desta edição de número 50 é a celebração, pois “o festival colocou Gramado no mapa do Brasil, tanto da cultura como do audiovisual”. Também, trazer a coletiva de imprensa mostra “o quanto a cidade e o festival tem um DNA próximo”.

Marcos Santuario, curador do festival, destacou o quanto a “curadoria está feliz pela potência dos filmes que se apresentaram, mostrando a diversidade e a força criativa presente na produção brasileira e ibero-americana”.

O vice-prefeito Luia Barbacovi destacou o papel da imprensa no fortalecimento do evento. E o diretor de eventos da Gramadotur, Diego Scariot, citou o empenho da equipe da Gramadotur na organização do Festival.

 

Nas fotos, Marcos Santuário (acima), Rosa Helena e Diego Scariot

Fotos; Edison Vara/PressPhoto

Tags:50 anos

Confira outros posts

Primeiros maquinários foram comprados logo após a instalação do município
Longas gaúchos ficam disponíveis na internet até 21 de agosto
Ouvidoria “Fala Cidadão” realiza pesquisa de satisfação com a comunidade

Cadastre o seu e-mail para receber nossas notícias e novidades!